sábado, 19 de março de 2011

Como plantar um pomar no jardim

Como plantar um pomar no jardim, passo a passo:
Plantar algumas mudas de árvores frutíferas no jardim é a garantia de um visual colorido com os frutos, atrai pássaros de várias espécies, promove uma alimentação saudável para a família e o prazer de comer a fruta "direto do pé"!
Porém é preciso ter paciência para poder colher as primeiras frutinhas. Mesmo as mudas enxertadas levam de 02 a 03 anos para produzirem plenamente.
Na prática, a primeira coisa que você deve observar é o sol, a direção em que ele nasce e se põe. As árvores frutíferas só produzem a pleno sol.
Você pode começar pelas árvores mais baixas em uma primeira fileira, depois as de altura média, depois as mais altas, assim uma não fará sombra na outra.
Passo a passo: 
 1- Cova: abra uma boa cova, de mais ou menos 60x60cm -  quadrada é melhor, despreze a terra do fundo, deixe ao lado da cova somente a terra da camada mais rasa, pois esta é melhor, tem mais matéria orgânica. 
2- Adubação: em cada cova, junto a terra reservada, junte uma lata de 18 litros de esterco de cavalo, um quilo de torta de mamona , um quilo de farinha de ossos, e meia lata de areia comum. Misture tudo e jogue na cova e aguarde.
 4- Plantio: Após mais ou menos 15 dias é hora de plantar. Reabra a cova, desta vez no tamanho do torrão, retire as mudas que estão em sacos plásticos tomando cuidado para não quebrar as raízes. Ao plantar, observe se você não está enterrando o colo da muda.
5- Rega: regue bem, mesmo que tenha chovido, coloque capim seco para manter a umidade, coloque um tutor e amarre bem.
6- Árvore frutíferas:  A escolha das árvores frutíferas deve ser cuidadosa, pois geralmente em um pomar caseiro, não dispomos de muito espaço. Convém escolher espécies e pequeno ou médio porte. O espaçamento entre as mudas deve respeitar o tamanho aproximado da projeção da copa da árvore quando adulta.
Sugestão de frutíferas:
 Acerola – porte aproximado 5m.
Árvore bem rústica, com frutos avermelhados ricos em vitamina C.
 
 Amora – porte aproximado 4m . Existem várias espécies de colorações que vão do avermelhado ao roxo. Os frutos, ricos em vitamina C, fazem a alegria da criançada e dos passarinhos.

Carambola – porte aproximado 5m. Dos seus frutos amarelados ricos em vitamina C, pode-se fazer doces, geléias e sucos.
 Fruta-do-conde – porte aprox. 5m.
A fruta contém polpa branca, suculenta e doce. Pode ser comida ao natural e em forma de sucos, sorvetes e mousses.
 Goiaba – porte aproximado 6m.
A polpa é delicada, doce e perfumada, e pode ser vermelha ou branca, de acordo com variedade. A frutificação se estende do verão até o outono.
Jabuticaba – porte aproximado 8m.
Muito ornamental, com frutos que gradativamente passam de verdes para avermelhados e, depois, negros. A colheita vai de setembro a dezembro.
 Limão– porte aproximado 4m.
O limão dá frutos de setembro a fevereiro. Com casca e suco ácidos, é usado no preparo de pratos, sobremesas e bebidas. É muito utilizado na culinária.
Poncã – porte aproximado 6m.
É uma fruta cítrica de cor alaranjada e sabor adocicado muito consumida ao natual, por ter gomos largos que soltam da casca com facilidade.
Pitanga – porte aproximado 6m.
A pitangueira pode ser plantada em canteiros ou vasos e o período de frutificação vai de outubro a janeiro.
Romã – porte aproximado 5m.
Símbolo de boa sorte, a romã se adapta bem a climas quentes e amenos e frutifica sobretudo em novembro.
Ao comprar as mudas, verifique se estão saudáveis, sem manchas nas folhas ou raízes fora da embalagem. Pergunte ao produtor se o clima da sua cidade é propício para a fruta escolhida, ele é a melhor pessoa para indicar a frutífera ideal.
Depois é só cuidar, não deixar faltar água no primeiro ano de vida, e adubar, duas ou três vezes por ano.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...